Como praticar o karate

Qualidades requeridas para a prática do Karate
Antes de começar a prática de qualquer desporto seja ele de combate, Karate ou não, é indispensável submeter-se a uma severa inspecção médica. O karate é um desporto que utiliza movimentos sincopados e violentos, exigindo uma boa constituição física e uma certa resistência, que se pode ir adquirindo com a prática, alguns mestres, quer modernos quer antigos, começaram a sua prática de artes marciais por acharem que eram demasiados fracos.
Começar-se-á por praticar o Karate de uma maneira leve, e à medida que o corpo se vá desenvolvendo com a repetição dos mesmos exercícios, ir-se-á trabalhando com mais dureza, crescendo assim a resistência física. O mesmo se fará no que diz respeito a flexibilidade do corpo, muito importante no Karate, sobretudo nos golpes dados com o pé.
Mas não basta ter uma boa resistência física e uma boa agilidade, um karateca principiante deve ter também uma vontade muito forte de aprender e de progredir. Ora, para que essa vontade, tão necessária para se vencerem as provas físicas, exista, é necessário ter uma razão para se gostar do Karate. Os jovens apaixonar-se-ão pelo desporto de competição, os adultos praticarão um Karate baseado sobretudo nas Kata e no Kumite.

O equipamento
Para quem treina sozinho, qualquer tipo de equipamento serve, desde que deixe uma suficiente liberdade de movimentos, as mãos e os pés devem estar a descoberto. No entanto, no treino colectivo, o karateca deve usar um “karategi”, um fato de treino próprio para a prática de Karate que é mais conhecido como “kimono” no Ocidente.
O “Karategi” compõe-se de um casaco em que as frentes se cruzam sobre o peito, e de calças com boa amplitude entre pernas para facilitar os golpes de pernas. O casaco é apertado com um “Obi”, que é o cinto, este é suficientemente comprido para dar duas voltas à cintura e que se aperta na frente com nó. A cor do cinto indica o grau que o participante já alcançou ao longo do tempo que tem vindo a praticar o Karate.
O karateca deve preocupar-se em ter sempre o seu equipamento impecável. O seu Karategi deve estar sempre limpo, sem costuras descosidas ou rasgadas. O nó do cinto dá-se sobre o abdómen e as duas pontas devem estar sempre cortadas para não causarem qualquer ferimento, e, logicamente, não se podem usar jóias ou ornamentos durante as sessões de treino ou competição.

Artigo escrito por: Sensei Sérgio dos Santos
Baseado no livro de “Karate” de Roland Habersetzer